Novembro 26, 2009

O MUNDO INDUSTRIALIZADO - A EXPANSÃO DA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL


A hegemonia inglesa e as novas potências industrializadas


Até finais do século XIX, a Inglaterra manteve o primeiro lugar entre os países industrializados devido ao desenvolvimento dos meios de transporte, particularmente dos caminhos-de-ferro, ao avanço tecnológico e ao dinamismo do sector metalúrgico. A Inglaterra conseguiu, assim, incrementar o seu comércio interno e externo, assegurando um abastecimento regular dos centros comerciais e urbanos; exportava para os países europeus, para a Ásia, para a África e para os novos estados do continente americano, investindo também no estrangeiro os enormes lucros da sua industrialização.
A partir de meados do século XIX, a industrialização alargou-se a outros países da Europa, América e Ásia:
- A Bélgica apostou na exploração mineira e na indústria metalúrgica, com o apoio do Estado e da Banca;
- A França iniciou o seu processo de industrialização por volta de 1830, investindo na construção de caminhos-de-ferro e desenvolvendo os sectores metalúrgicos e da exploração mineira;
- A Alemanha beneficiou de extraordinários recursos naturais e rapidamente desenvolveu a indústria pesada e a indústria química, ultrapassando, a partir da década de 1880, os níveis de produção da Inglaterra;
- Os Estados Unidos da América, beneficiando do imenso território rico em matérias-primas e de numerosa mão-de-obra, iniciaram a sua industrialização a partir de 1840. A construção de uma vasta rede de caminhos-de-ferro, que ligava todo o território, possibilitou a formação de um amplo mercado nacional, que estimulou a produção industrial. No início do século XX, a produção atingiu níveis elevadíssimos, ultrapassando os da Inglaterra e da Alemanha.
- O Japão iniciou o seu desenvolvimento industrial a partir do último quartel do século XIX. Foram utilizados meios técnicos e financeiros estrangeiros e o progresso industrial fez-se sentir através da criação de indústrias transformadoras, de uma rede de caminhos-de-ferro e uma frota comercial. No início do século XX, tornou-se uma das principais potências industriais.


Sem comentários:

Enviar um comentário